Blogs
cadastre-se para receber nossos alertas por email





Close
Beyond the Transaction: Every Transaction Has a Story
Compartilhar

Gaste de forma inteligente

78655158Você já decidiu assumir o controle de sua vida financeira e dar o primeiro passo rumo à independência financeira: criar um orçamento. Mas, e agora, por onde começar?

1. Reúna todas as suas contas
Para começar, reúna todas as informações sobre suas receitas e despesas do último mês:

• Todas as contas e recibos de compras feitas com dinheiro vivo
• Todos os recibos de compras feitas com cartão de crédito
• Todos os seus extratos de contas (bancários, cartão de crédito, empréstimos etc.)

Registre os valores de tudo o que você ganha e do que gasta todos os meses em sua Planilha de Receitas e Despesas. Se suas despesas forem maiores que suas receitas, você precisa começar urgentemente a gastar menos.

2. Identifique as despesas fixas e as despesas variáveis
As despesas fixas são aquelas que você paga todos os meses e não podem ser eliminadas pois correspondem a obrigações ou necessidades, como: aluguel, transporte e alimentação.

Já as despesas variáveis são as que variam de um mês para outro e que você pode reduzir ou eliminar, como: comer fora, roupas e lazer.

Ao analisar seus gastos, você poderá reservar uma verba fixa para as despesas variáveis. O objetivo é reduzir ao máximo suas despesas variáveis e usar o dinheiro que sobra para saldar dívidas e para poupar.

3. Crie um plano
Agora que já anotou suas receitas e despesas no papel, você poderá identificar maneiras para reduzir suas despesas e economizar.

Calcule quanto precisa para cobrir suas depesas fixas
Calcule quanto será destinado a reduzir suas dívidas
Determine quais despesas são necessárias e quais podem ser reduzidas
Calcule quanto reservará para emergências
Calcule quanto sobrará para destinar a despesas variáveis

Certifique-se de pagar suas despesas mensais com suas receitas e não com cartões de crédito. Se você usar um cartão de crédito para cobrir suas depesas, isso só servirá para aumentar seu endividamento.

No começo, é um pouco difícil acostumar-se a se organizar e anotar todos os seus gastos, mas com o tempo isso se tornará um hábito e será cada vez mais fácil controlar seus gastos.