Blogs
cadastre-se para receber nossos alertas por email





Close
Beyond the Transaction: Every Transaction Has a Story
Compartilhar

Sou jovem e quero investir. Por onde devo começar?

152173891Pensar no futuro é algo fundamental, principalmente quando somos jovens e o futuro parece ser algo tão distante. A realidade mostra que o tempo passa muito rápido e, justamente por isso, é indispensável encontrar, desde cedo, um bom destino para os investimentos.

Para iniciar o chamado “pé de meia”, um investimento muito eficiente é a caderneta de poupança. Mesmo que ainda não tenha uma renda assalariada ou viva de mesada, você já pode separar um percentual para investir e planejar os dias que virão.

Por que a poupança?
É um investimento que não cobra taxa de administração e não tem incidência de Imposto de Renda, sendo ainda preservada de maiores riscos pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito): valores de até R$ 60 mil são assegurados em caso de qualquer problema com o banco. A poupança também pode servir para acumular um saldo maior para no futuro criar condições de investimento em produtos mais sofisticados.

Tempo, um ativo valioso.
Quem é jovem tem em seu perfil o maior diferencial quando o assunto são investimentos: o fator tempo. Trata-se de um componente que, desde que com a devida prudência e dentro dos limites impostos pela realidade de cada um, permite ao jovem correr certos riscos. Riscos esses que, com o tempo, podem ser diluídos, pois em um longo período, de modo geral, possíveis oscilações e crises financeiras acabam sendo revertidas.

Pensando nisso, após o devido planejamento, o jovem também pode dedicar uma boa parte de seus investimentos à chamada renda variável, representada pelos fundos de ações e negociação direta de ativos na bolsa de valores através de sistemas home broker. O risco é maior, portanto diversificar é muito importante.

Dedicação é fundamental
Todo começo merece um aprofundamento e estudo. Quando falamos em dinheiro e investimentos, um grande diferencial é investir em sua formação. Uma boa faculdade pode abrir milhares de portas e tornar sua carreira, e consequentemente sua capacidade de acumular patrimônio, muito maior.

Outro ponto é a dedicação ao seu futuro. Imaginemos que você decida investir em ações: existem muitos pontos favoráveis, mas é fundamental se preparar para o que for preciso, inclusive eventuais perdas. Estude o mercado e veja os pontos fortes e fracos para que você consiga garimpar verdadeiras oportunidades.