Blogs
cadastre-se para receber nossos alertas por email





Close
Beyond the Transaction: Every Transaction Has a Story
Compartilhar

Pet Shop móvel é o melhor amigo do homem

 Edimilson Alves Ferreira tem 42 anos e é dono de um pet shop móvel. Ele nasceu em Ouro Verde, uma pequena cidade no interior do estado de Minas Gerais, e foi trazido para a cidade de São Paulo com apenas oito meses de idade. Edimilson descobriu sua paixão por cuidar dos animais quando começou a trabalhar como assistente de veterinário em um pet shop, aos 20 anos de idade. Ao longo dos anos, ele sentiu que era hora de investir em seu próprio negócio, e claro, deveria ser algo que envolvesse animais.

 AutoPetMovel-21

Nasci em Ouro Verde, uma cidade no interior de Minas Gerais, mas vivo em São Paulo desde os oito meses de idade. A cidade me acolheu e foi nela que, aos 20 anos, descobri minha paixão por cuidar dos animais ao trabalhar como assistente de veterinário em um Pet Shop. Fui me especializando até que chegasse o momento de investir em um negócio próprio.

Abri meu primeiro Pet Shop há quinze anos. Com o tempo, tive vontade de investir em algo novo, que trouxesse mais comodidade aos clientes. Naquela época, os clientes tinham o costume de utilizar o serviço de táxi dog para levar seus animais de estimação para o banho e tosa. Entre buscar, dar o banho e trazer de volta, gastava-se cerca de 6 horas, deixando os animais estressados.

Foi aí que descobri no exterior as vans adaptadas para banho e tosa de animais e investi no meu automóvel próprio. Hoje já somos em três pessoas na Auto Pet Móvel e atendemos cerca de 20 cachorros por dia, de segunda a sexta-feira. AutoPetMovel-31_edit

A aposta no cartão foi algo essencial para o crescimento da minha empresa. Depois que comecei a aceitá-lo, o número de clientes aumentou em 20% e não para de crescer. Eles se tornaram mais fiéis ao serviço. Hoje, todos os meus clientes fixos, que pagam o banho de seus animais de estimação mensalmente, utilizam o cartão como forma de pagamento.

Atuo nos condomínios Alphaville, Tamboré e Aldeia da Serra, na região metropolitana de São Paulo, e com o cartão não deixo de vender em hipótese alguma. É um meio de pagamento que está sempre à mão dos clientes. Ele impulsiona meu negócio, que está localizado em uma região onde as casas estão distantes dos estabelecimentos comerciais, fazendo da comodidade algo muito valorizado pelo meu público.

AutoPetMovel-16Há cerca de um ano aconteceu algo inusitado. Fiquei poucos meses sem aceitar cartão. Neste período, notei que muitos dos meus clientes deixaram de procurar o meu serviço. Senti o vazio que é para um pequeno empreendedor não ter a máquina de pagamento eletrônico.

Ao aceitar cartão, tenho ainda um controle maior do meu fluxo de caixa e consigo me programar para continuar investindo no meu negócio. Com isso, minhas idas ao banco também diminuem, me oferecendo mais segurança. É a melhor maneira de me organizar e manter a agenda cheia por toda semana.