Blogs
cadastre-se para receber nossos alertas por email





Close
Beyond the Transaction: Every Transaction Has a Story
Compartilhar

Tecnologia: um santo remédio contra o desalento

No atual cenário brasileiro, crédito mais caro, confiança do consumidor em baixa, desemprego em alta, inflação crescente e aumento do comprometimento da renda das famílias produziram neste 2015 um ambiente inóspito para o comércio e os serviços.

 

Entretanto, embora vários indicadores reforcem o pessimismo e possam levar muita gente a desanimar diante da suposta falta de perspectivas, outros apontam em direção contrária.  É preciso ficar atento a eles se se quiser superar o imobilismo, sair na frente e ganhar dinheiro em tempos insalubres.

 

Exemplo disso é o indicador SpendingPulse, da MasterCard revela que o e-commerce cresceu no país nada menos do que 17,2% sobre agosto do ano passado, consolidando uma tendência observada desde outubro de 2014, quando a empresa passou a monitorar o desempenho do segmento.

 

O que esses números querem dizer? Apesar do cenário macroeconômico adverso, ainda há no Brasil um mercado para quem souber tirar proveito dele. Fruto do comportamento de um consumidor que está entre os mais conectados do mundo – lembremos que, de acordo com a edição 2014 da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), mais da metade da população brasileira acima dos 10 anos de idade já está conectada à internet.

 

Pagamentos que dispensem papel moeda permitem ampliar as opções do consumidor e aproveitar impulsos de consumo, alavancando ainda mais as vendas. O empreendedor, porém, não deve contentar-se com essas facilidades. A qualidade de seu relacionamento com o consumidor de bens e serviços depende também de sua eficiência como gestor e sua capacidade de inovar.

 

Sem uma melhora do ambiente econômico, não será fácil a retomada das vendas nos próximos meses. Se, no entanto, os empreendedores do Brasil firmarem parcerias que otimizem seus negócios, encontrarão maneiras criativas de superar desafios. É a guerra da tecnologia contra o desalento. Que vençam os que souberem – e tiverem os meios de – ousar.

 

Alexandre Brito é vice-presidente de Desenvolvimento de Aceitação e Negócios da MasterCard Brasil e Cone Sul