• Chile, Costa Rica, Uruguai, México e Colômbia são as nações mais avançadas digitalmente na América Latina.
  • A região deve fechar as brechas em conectividade digital, inclusão financeira e infraestrutura para melhorar seu momentum digital.

Miami, 26 de novembro de 2018 – Com o número de usuários da Internet em todo o mundo ultrapassando os quatro bilhões, a economia digital global tornou-se um espaço de imensa oportunidade. Consequentemente, ser digitalmente competitivo transformou-se em prioridade para governos, negócios e cidadãos.

A Mastercard e The Fletcher School da Tufts University apresentam a edição da América Latina e do Caribe (LAC) do Índice de Evolução Digital (DEI). A região está experimentando uma arrancada do seu crescimento digital. Quase a metade dos 24 mercados da LAC incluídos no estudo demonstra um momentum moderado. Alguns países estão avançando rapidamente: Chile, Costa Rica, Uruguai, México e Colômbia estão liderando o caminho, tanto no estado da sua evolução digital quanto em sua taxa de progresso, ou seja, seu momentum digital. Esses cinco países são estimulados pela estabilidade relativa das suas instituições, bolsões de inovação e recentes melhorias na infraestrutura de tecnologia da informação e comunicação (TIC) para atender à crescente demanda por bens e serviços digitais.
Esta análise regional detalhada inclui um estudo do ritmo da evolução digital de 24 países da América Latina e do Caribe, em quatro principais motivadores de oferta, demanda, ambiente institucional e inovação. Utiliza dados recolhidos ao longo de 10 anos (2008 – 2017) para criar uma nota geral de evolução digital e uma nota de momentum digital.

“Decidimos concentrar os esforços da nossa pesquisa de evolução digital na LAC porque a região está em um ponto de inflexão. Após 15 anos de uma expansão liderada pelas commodities no início deste século, a região está posicionada para um crescimento estimulado pelo consumo na próxima década, e se espera que represente mais de 5% do crescimento do consumo global até 2030. Para que isso se torne realidade, produtos e serviços digitais terão que ser uma parte significativa da cesta de consumo. O objetivo desta pesquisa é proporcionar aos formuladores de políticas e negócios dados com informações valiosas para que possam destravar o tremendo potencial de crescimento econômico através do avanço digital nesta região”, afirmou o Dr. Bhaskar Chakravorti, Reitor de Negócios Globais da The Fletcher School na Tufts Univeristy, e Diretor Executivo Fundador do Instituto Fletcher para Negócios no Contexto Global.

“Esta comparação com base em dados da evolução digital dos países da América Latina e do Caribe entre si e com seus pares globais é fundamental para destilar as melhores práticas a fim de preencher as brechas entre os motivadores do momentum digital; identificando oportunidades para dar saltos adiante; e facilitando a tomada de decisões colaborativas por parte dos formuladores de políticas e dos negócios a fim de promover a economia digital da região”, disse Carlo Enrico, presidente da região LAC da Mastercard.

“A adoção, a qualidade da infraestrutura e das instituições digitais e a inovação moldam coletivamente a competitividade digital de um país. Os governos e os negócios desempenham um papel vital na direção do progresso digital das nações. Os consumidores da LAC, em particular, vão se beneficiar enormemente da colaboração intergovernamental para diminuir as barreiras ao comércio digital intrarregional. Aumentar o comércio digital regional e incentivar a concepção de mercados digitais regionais irá criar caminhos para a inclusão econômica aos muitos milhões de populações carentes”, completou o Dr. Chakravorti.

Considerando que região fez melhorias na infraestrutura de telecomunicações ao longo do tempo, a infraestrutura das transações digitais não evoluiu no mesmo ritmo, de acordo com os resultados da pesquisa.

“As melhorias da acessibilidade, da conveniência e da segurança dos pagamentos digitais vão acelerar o crescimento do comércio na Internet e aperfeiçoar o momentum digital de toda a região”, disse Enrico.

O LAC DEI demonstra que os países da América Latina e do Caribe estão em um momento crucial – com a combinação certa de intervenções políticas digitais, estímulos à infraestrutura de fornecimento e um esforço para melhorar a inclusão digital e financeira, a região pode desbloquear o seu verdadeiro potencial digital.

Sobre a parceira da Mastercard e da The Fletcher School da Tufts University
As duas instituições internacionais têm produzido pesquisas colaborativas de ponta, com base em dados colhidos desde 2013 sobre a economia digital global, medindo o estado e o ritmo da evolução digital e da confiança digital em todo o mundo. O DEI tem, ao longo dos anos, desencadeado debates sobre políticas em uma ampla gama de países e tem sido citado em discussões legislativas e deliberações em vários cantos do mundo. Os formuladores de políticas de nações com aspirações digitais utilizam o DEI como uma ferramenta para comparar-se com países similares e com as economias digitais mais avançadas do mundo, e introduzir intervenções políticas para preencher as brechas. Esta pesquisa mais recente – um mergulho detalhado na região da América Latina e Caribe – complementa o Índice de Evolução Digital (DEI) 2017, um estudo global sobre competitividade digital.

O estudo LAC DEI proporciona informações sobre os motivadores e as oportunidades para o crescimento digital na região da LAC. Os resultados desta pesquisa incluem recomendações para líderes de negócios e formuladores de políticas sobre as ações específicas que são necessárias para acelerar o progresso digital em seus respectivos países.

 Para saber mais sobre o Índice de Evolução Digital

Sobre o Índice de Evolução Digital


A edição da América Latina e do Caribe do Índice de Evolução Digital procede das altamente impactantes edições globais do DEI 2014 e do DEI 2017. A pesquisa por trás desta mais recente edição regional considera diversos fatores novos para melhor refletir as rápidas mudanças no mundo digital e produzir análises que são precisas, robustas e abrangentes.

Esta análise regional detalhada inclui um estudo do ritmo da evolução digital de 24 países da LAC, em quatro principais motivadores de oferta, demanda, ambiente institucional e inovação. Utiliza dados recolhidos ao longo de 10 anos (2008 – 2017) para criar uma nota geral de evolução digital e uma nota de momentum digital.

O Índice de Evolução Digital é um produto de pesquisa da Digital Planet – uma plataforma de pesquisa interdisciplinar, com sede no Institute for Business no Global Context da The Fletcher School na Tufts University.

Sobre The Fletcher School

The Fletcher School da Tufts University é a mais antiga escola de pós-graduação em assuntos internacionais dos Estados Unidos. Os alunos da Fletcher encontram-se nos mais altos níveis de liderança no mundo, incluindo centenas de atuais embaixadores, líderes políticos e militares, vozes respeitadas de importantes meios de comunicação e instituições, chefes de organizações globais sem fins lucrativos, e executivos que lideram algumas das maiores corporações do mundo. The Fletcher School oferece uma abordagem colaborativa, flexível e interdisciplinar para o estudo de assuntos internacionais, com um corpo docente diferenciado e um corpo estudantil diversificado representando mais da metade dos países do mundo.

 

Sobre a Mastercard

A Mastercard (NYSE: MA), www.mastercard.com, é uma empresa de tecnologia com foco na indústria global de pagamentos.  Nossa rede global de processamento de pagamentos conecta consumidores, instituições financeiras, estabelecimentos comerciais, governos e empresas em mais de 210 países e territórios.  Os produtos e soluções da Mastercard tornam as atividades diárias – tais como: fazer compras, viajar, administrar um negócio e gerir as finanças – mais fáceis, seguras e eficientes para todos.  Siga-nos no Twitter @MastercardNews, participe das discussões no blog Beyond the Transaction e inscreva-se para receber as últimas notícias por meio do Engagement Bureau.