Miami, 12 de dezembro 2018 – Viajar abre as portas para dois dos maiores prazeres da vida: comer e fazer compras. O Índice Global de Cidades Turísticas: Indulgências revela os destinos onde os visitantes mais gastam nessas duas categorias na América Latina e no Caribe (LAC). O valor não é insignificante (mais de $1,5 bilhão flui na economia de Cancún apenas nessas categorias por parte de turistas internacionais), assim como o impacto que esses dólares têm nas economias locais das cidades e nos bolsos dos viajantes.

A lista é uma extensão do Índice Global de Cidades Turísticas da Mastercard, que classifica 162 cidades em termos do total de visitantes internacionais que pernoitam e o valor que gastam.

PRINCIPAIS CIDADES EM ALIMENTAÇÃO (COMIDA E BEBIDA)

Seja um mangú em Punta Cana, tacos e margaritas em Cancún ou na Riviera Maya, ou empanadas em Santiago, os viajantes estão comendo – e gastando – nessas quatro cidades mais do que em quaisquer outras. Destinos como Cidade do México e Cidade do Panamá também estão entre as 10 principais cidades para gastos gerais, mas vale notar que os viajantes estão gastando uma porcentagem menor dos seus orçamentos de viagem em alimentos nessas cidades, 20,5% e 13,2%, respectivamente.

Principais Cidades da LAC para Alimentação, Classificadas por Dólares Gastos
  Cidade Gastos em Comida & Bebida (USD) em 2017 Gastos (USD) em 2017 Participação em Gastos Gerais em Alimentos & Bebidas em 2017
1 Punta Cana, República Dominicana $1.16 bilhão $4.16 bilhões 27.9%
2 Cancún, México $1.04 bilhão $5.20 bilhões 20.0%
3 Riviera Maya, México $0.68 bilhão $3.20 bilhões 21.2%
4 Santiago, Chile $0.60 bilhão $2.22 bilhões 26.9%
5 Buenos Aires, Argentina $0.52 bilhão $1.56 bilhão 33.3%
6 São Paulo, Brasil $0.45 bilhão $1.35 bilhão 33.3%
7 Cidade do México, México $0.40 bilhão $1.96 bilhão 20.5%
8 Lima, Peru $0.40 bilhão $1.40 bilhão 28.6%
9 Cidade do Panamá, Panamá $0.39 bilhão $2.94 bilhão 13.2%
10 Cusco, Peru $0.31 bilhão $1.10 bilhão 28.6%

 

Principais Cidades de LAC para Alimentação, Classificadas pela Participação em Gastos Gerais em Alimentos & Bebidas
  Cidade Gastos em Comida & Bebida (USD) em 2017 Gastos (USD) em 2017 Participação em Gastos Gerais em Alimentos & Bebidas em 2017
1 Buenos Aires, Argentina $0.52 bilhão $1.56 bilhão 33.30%
2 São Paulo, Brasil $0.45 bilhão $1.35 bilhão 33.30%
3 Lima, Peru $0.40 bilhão $1.40 bilhão 28.60%
4 Cusco, Peru $0.31 bilhão $1.27 bilhão 28.60%
5 Punta Cana, República Dominicana $1.16 bilhão $4.16 bilhões 27.90%
6 Santiago, Chile $0.60 bilhão $2.22 bilhões 26.90%
7 Riviera Maya, México $0.68 bilhão $3.20 bilhões 21.20%
8 Cidade do México, México $0.40 bilhão $1.96 bilhão 20.50%
9 Cancún, México $1.04 bilhão $5.20 bilhões 20.00%
10 Cidade do Panamá, Panamá $0.39 bilhão $2.94 bilhões 13.20%

PRINCIPAIS CIDADES PARA FAZER COMPRAS

O GDCI: Indulgências revela que os viajantes também estão gastando bastante na Cidade do Panamá e em Santiago quando se trata de fazer compras, seja de roupas, lembranças ou outros bens. Os visitantes dessas cidades em particular podem querer trazer uma mala maior. Estas cidades aparecem em primeiro não apenas em dólares totais gastos em compras, mas também na porcentagem dos gastos gerais em compras.

 

Principais Cidades da LAC para Compras, Classificadas por Dólares Gastos
  City Gastos em Compras (USD) em 2017 Gastos (USD) em 2017 Participação em Gastos Gerais em Compras em 2017 
1 Cidade do Panamá, Panamá $0.88 bilhão $2.94 bilhões 30.00%
2 Santiago, Chile $0.49 bilhão $2.22 bilhões 22.20%
3 Cancún, México $0.47 bilhão $5.20 bilhões 9.00%
4 Riviera Maya, México $0.30 bilhão $3.20 bilhões 9.30%
5 Punta Cana, República Dominicana $0.25 bilhão $4.16 bilhões 6.10%
6 Cidade do México, México $0.24 bilhão $1.96 bilhão 12.50%
7 Lima, Peru $0.20 bilhão $1.40 bilhão 14.30%
8 Cusco, Peru $0.16 bilhão $1.27 bilhão 14.30%
9 Buenos Aires, Argentina $0.15 bilhão $1.56 bilhão 9.30%
10 São Paulo, Brasil $0.13 bilhão $1.35 bilhão 9.30%

 

Principais Cidades da LAC para Compras, Classificadas pela Participação em Gastos Gerais em Compras
  City Gastos em Compras (USD) em 2017 Gastos (USD) em 2017 Participação em Gastos Gerais em Compras em 2017
1 Cidade do Panamá, Panamá $0.88 bilhão $2.94 bilhões 30.00%
2 Santiago, Chile $0.49 bilhão $2.22 bilhões 22.20%
3 Lima, Peru $0.20 bilhão $1.40 bilhão 14.30%
4 Cusco, Peru $0.16 bilhão $1.27 bilhão 14.30%
5 Cidade do México, México $0.24 bilhão $1.96 bilhão 12.50%
6 Riviera Maya, México $0.30 bilhão $3.20 bilhões 9.30%
7 Buenos Aires, Argentina $0.15 bilhão $1.56 bilhão 9.30%
8 São Paulo, Brasil $0.13 bilhão $1.35 bilhão 9.30%
9 Cancún, México $0.47 bilhão $5.20 bilhões 9.00%
10 Punta Cana, República Dominicana $0.25 bilhão $4.16 bilhões 6.10%

Quatro cidades da LAC aparecem nas listas das principais cidades para alimentação e compras que também fazem parte da plataforma de experiências de viagem Mastercard Priceless Cities, na qual viajantes de mais de 90 países podem acessar experiências únicas e inesquecíveis em mais de 40 cidades do mundo.

“Seja em casa ou durante viagens, nada reúne mais as pessoas como a alimentação. É uma experiência como nenhuma outra, permitindo que as pessoas se conectem com a cultura, a história e o sabor único de cada lugar que visitam”, diz Monica Biagiotti, vice-presidente executiva de marketing de consumo e patrocínios da Mastercard. “As experiências são o foco do valor dos viajantes e é por isso que oferecemos programas como o Priceless Cities para permitir que os viajantes mergulhem no que é único na cultura de cada cidade”.

A Mastercard tem como foco ajudar os portadores dos seus cartões a viajar pelo mundo com tranquilidade através de um planejamento perfeito, conveniências e conectividade no destino e aceitação sem preocupações em milhões de lugares em todo o mundo. Ofertas e benefícios atraentes para viagens ajudam os turistas em cada passo da sua jornada. Mais informações podem ser encontradas em mastercard.com.

O Índice Global de Cidades Turísticas da Mastercard e o GDCI: Play Index, um relatório destacado com foco nos principais destinos de lazer, foram lançados no início deste ano.

****

Sobre o Índice Global de Cidades Turísticas Mastercard

O Índice Global de Cidades Turísticas Mastercard (GDCI por sua sigla em inglês) classifica as cidades em termos do número total de visitantes internacionais que pernoitam e os gastos transfronteiriços destes mesmos visitantes nas cidades turísticas durante 2017, e oferece previsões de crescimento do número de visitantes internacionais que pernoitam para 2018.

Dados públicos são utilizados ​​para obter informações das chegadas internacionais de viajantes que pernoitam e dos gastos transfronteiriços que ocorrem em cada uma das 162 cidades turísticas.

As previsões têm como base a média ponderada dos prognósticos nacionais de turismo e os dados mensais de 2018 em nível de destino que se encontram disponíveis no último mês antes da sua publicação.

Este Índice e os relatórios que o acompanham não têm como base os volumes da Mastercard ou dados de transações

Sobre a MasterCard

A Mastercard (NYSE: MA), www.mastercard.com, é uma companhia de tecnologia dentro da indústria global de pagamentos. Nossa rede global de processamento de pagamentos conecta consumidores, instituições financeiras, comerciantes, governos e negócios em mais de 210 países e territórios. Os produtos e as soluções da Mastercard fazem das atividades comerciais diárias, como fazer compras, viajar, administrar um negócio e gerenciar finanças, algo mais fácil, seguro e eficiente para todos. Siga-nos no Twitter @MasterCardNews, participe da discussão no Blog Beyond the Transaction e se inscreva para receber as últimas notícias do Engagement Bureau.